VEVO – Pop Video Weekly | This Week’s Biggest Hits Ep. 28

VEVO – Pop Video Weekly | This Week’s Biggest Hits Ep. 28



Chlöe, Lana Del Ray, and Kacey Musgraves all had huge releases this week. See who else made episode 28 of Pop Video Weekly. Subscribe to the Vevo channel for constant music video updates. Share with a friend. September 10, 2021.

Executive Producer: Ed Walker
Executive Producer: Micah Bickham
Post Producer: Michael Colman
Producers: Jim Macnie + Devon Sheridan
Editor: Kevin Rose

Vevo

Watch videos in our Brand New Pop playlist:

Check the new rap vids in our DSCVR Hip-Hop playlist:

Hear the latest tracks on Vevo in New Music Friday:

#NewMusic #NewVideos #Chlöe #PopVideoWeekly

21 комментарий

Vevo always finds a way to make people's day happier, they have inspired me to start my own channel😀😦😱😖

"""LET S PRAY For Those children's who does not have their parents they are real legend 💖💖💖💖

QUAL É O TIPO DE INFORMAÇÃO CONSUMIDA PELO BOLSONARISMO?
Eu já tratei sobre vários tipos de informações e sua acolhida em seus respectivos públicos: 1. Informações mentirosas ou fake news servem enganar um público ao colocá-lo em um "mundo paralelo". Esse mecanismo tem o propósito de manter os privilégios de um grupo social e manter outros grupos fora daquilo que é básico, essencial, elementar. 2. Informações superficiais são aquelas que não tiram o indivíduo de seu lugar e de sua cosmovisão. Esse tipo de informação é consolidado pela cultura, pela mídia e até pelas instituições que todos pertencemos. Ela exige muito tempo para se tornar algo “natural”, “normal”. 3. Informações profundas são caras e restritas a um grupo privilegiado. Elas nem sempre são acolhidas de forma adequada. Contudo, um grupo restrito de pessoas que têm acesso a essas informações fazem um uso racional dessas informações: uns para dominar e outros para libertar. Assim, a pergunta que se faz nessa reflexão é: qual é o tipo de informação que os bolsonaristas consomem?
Essa pergunta deve ser precedida por outra pergunta: quais são os tipos de bolsonaristas existentes em nosso meio? José Ortega y Gasset ("Rebelião das massas") notou que as "massas" não significam ter uniformidade em um grupo social, ideológico, político, econômico etc. Ele concluiu que as "massas" são formadas por uma pluralidade com alguns "pontos de convergências". Hans Gadamer advogou pela "fusão de horizontes", ou seja, ele defendeu que cada um pode buscar o seu caminho a percorrer. No entanto, todos (massa) devem ter a mesma finalidade em suas buscas e caminhos. Zygmunt Bauman notou que o mundo é composto por "bolhas" e estas "bolhas" precisam "dialogar permanentemente" para chegar a algumas convergências temporais e sempre estarem abertas para desfazer algumas convergências e construir outras convergências. Dessa maneira, nós podemos admitir que os bolsonaristas são plurais e têm alguns "pontos de convergências" temporariamente.
Eu acredito que têm bolsonaristas para consumir todos os três tipos de informações citados acima. Porém, os bolsonaristas privilegiados e manipuladores consomem os melhores tipos de informações para dominar e submeter os seus próprios parceiros de bolsonarismo e ainda colocam os seus verdadeiros adversários (Esquerda Progressista) como "inimigos", "adversários", "oposição". Aqueles que submetem os seus próprios parceiros podem ser manipulados e podem ser manipuladores. Eles são como os "senhores de terras e escravos" e os "capitães do mato". Assim, os empobrecidos que apoiam Bolsonaro são vitimados por seus próprios parceiros de classe, etnia e por seus líderes sociais, ideológicos, políticos, econômicos.
Eu acredito que tenha ficado evidente que os bolsonaristas são compostos por "gado" e "capataz". O "gado" é composto pelos manipulados e instrumentalizados até contrariar os seus defensores. Eles são como os "fanáticos" de Amós Oz, ou seja, eles recebem o mal de seus parceiros como se fosse o melhor bem que existe na face da terra. Eles são como a "violência" necessária que é submetida aos "bodes expiatórios" de René Girard (“Violência”). Eles são como os "ritos de iniciação" que todos os grupos sociais, religiosos, ideológicos são submetidos, segundo Zygmunt Bauman. Assim, a sujeição e a violência contra os seus próprios parceiros passam a ser algo "natural", "normal" como foram denunciadas por Jessé Souza. Esse fato é mais fácil de ser compreendido quando falamos que "os pais têm direito a bater em seus próprios filhos", ou seja, ‘0s patrões podem explorar os seus próprios trabalhadores’.
Eu disse que o maior inimigo dos bolsonaristas empobrecidos, proletários prime, trabalhadores personalité são aqueles que pousam de seus "amigos", parceiros, ou seja, os bolsonaristas privilegiados que exploram, humilham, animalizam, desumanizam, criminalizam os empobrecidos, negros, favelados, desempregados, estrangeiros, exilados, negros, indígenas, ambientalistas, LGBTQIAP+. Assim, as informações falsas e as informações superficiais transformam a maioria dos bolsonaristas em “gado” manipulado e instrumentalizado. Eles são como bonecos nas mãos de seus algozes.
SÉRGIO DE SOUZA NERES
sergiocssn@yahoo.com.br
CV: http://lattes.cnpq.br/2903651184076330
Blog: https://draft.blogger.com/blog/pages/51760664007557877
GOIÂNIA – GOIÁS
09/09/2021

Can we talk about Vevo's hard work in providing us with new contents of music…WEEKLY!! Vevo Rocks!

Комментирование закрыто.